Sistema acumulou repasse recorde em 2017: R$ 2,81 bilhões, maior volume da história

Ao longo deste ano, mais de 30 milhões de famílias foram beneficiadas pela Assistência Social do Governo do Brasil. A conquista foi possível com o repasse histórico de R$ 2,81 bilhões aos estados e municípios pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

A medida garantiu a prestação de serviços e pagamento de benefícios dos programas que integram o Sistema Único da Assistência Social (Suas), como o Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o Serviço de Convivência, Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e Criança Feliz.

O recurso zerou os pagamentos atrasados do setor, saldando dívidas atrasadas de 2016 e 2017. Desse modo, o equilíbrio dos gastos públicos favorece famílias de baixa renda que necessitam do apoio do governo. Até o final deste mês, R$ 1,3 bilhão será destinado aos estados e municípios.

Assim, a assistência social acumula outras conquistas, já que o acesso aos programas sociais começa nos postos de atendimento do Suas, que somam 10 mil unidades no País. A rede é composta pelos Centros POP, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Lanchas Sociais e Unidades de Acolhimento.

Nesses locais são concentrados os serviços de assistência social, voltados para famílias e pessoas em vulnerabilidade social que passaram por situações de abandono, maus-tratos, abuso sexual, uso de drogas e outras dificuldades. A ideia é garantir o acesso aos direitos sociais, como moradia, saneamento básico e educação.