A Casa da Mulher Brasileira de São Luiz (MA) vai receber R$ 3,8 milhões que serão aplicados na manutenção da unidade. O repasse foi autorizado pelo Ministério da Justiça e Cidadania e será liberado à CMB pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM).

A secretária especial de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, explicou que o montante estará disponível em alguns dias, só dependem de trâmites administrativos. Com o dinheiro em caixa, o governo local poderá dar início aos processos de contratação de pessoal e serviços. “Após isso, será possível colocar em funcionamento a Casa da Mulher Brasileira do Maranhão”, enfatizou.

A Casa da Mulher Brasileira é um espaço de atendimento humanizado às mulheres vítimas de violência, previsto na Lei Maria da Penha. Integra no mesmo lugar serviços especializados para os mais diversos tipos de violência contra as mulheres: acolhimento e triagem; apoio psicossocial; delegacia; juizado; Ministério Público, Defensoria Pública; promoção de autonomia econômica; cuidado das crianças – brinquedoteca; alojamento de passagem e central de transportes.

Segundo Fátima Pelaes, além da Casa da Mulher Brasileira do Maranhão, outras três unidades devem ser inauguradas ainda no primeiro semestre desta ano: Ceará, São Paulo e Roraima. Ela ressaltou que “o governo vem dando continuidade aos programas que têm resultados positivos e também tem investido em ações novas que combatam a violência contra a mulher e busquem a igualdade de gênero”.

Fonte:  MJC