Recursos vão beneficiar 785 escolas das redes municipal e estadual na capital fluminense e na região metropolitana

Com o objetivo de aumentar a permanência das crianças dentro da escola, a educação do estado do Rio de Janeiro irá receber R$ 27,6 milhões do Ministério da Educação (MEC). Os recursos fazem parte da meta do Programa Emergencial de Ações Sociais para o Rio de Janeiro, criado em novembro deste ano pelo presidente da República, Michel Temer.

Segundo o MEC, a verba, que está disponível no início deste ano, será repassada por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Do montante, R$ 10,24 milhões serão destinados às instituições de ensino municipais e R$ 17,39 milhões às estaduais. Serão beneficiadas 340 escolas da rede municipal e 445 da rede estadual.

Selecionadas pela prefeitura carioca e pelo governo do estado, as unidades estão localizadas na capital e região metropolitana. O recebimento da verba, porém, está condicionado à adimplência dessas instituições de ensino, no que diz respeito às prestações de contas, junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia do MEC responsável pelo repasse.

O objetivo do PDDE é o custeio de atividades nas escolas e também pequenas de manutenções e intervenções, como pintura, resoluções de problemas elétricos e pequenos investimentos. Já o programa emergencial de ações sociais envolve o trabalho de vários ministérios e tem por objetivo prevenir e enfrentar a violência naquele estado, ampliando políticas e ações sociais.

Info: Ministério da Educação (MEC)