O Ministério da Saúde liberou R$ 7,3 milhões para Cianorte e municípios da região da Associação dos Municípios do Médio Noroeste do Estado do Paraná (Amenorte). O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta segunda-feira (23), durante encontro com prefeitos e gestores de saúde em Cornélio Procópio (PR).

Do total, R$ 6,8 milhões liberados para a região são em valores empenhados de emendas parlamentares. Também estão sendo liberados cerca de R$ 433,1 mil/ano destinados a três serviços da Rede de Atenção às Urgências, que estavam em funcionamento sem a contrapartida federal. Esses serviços estão presentes em três municípios: Cianorte, Rondon e Terra Boa. Confira aqui os municípios que receberam recurso.

“Aqui temos quase oito milhões de novos recursos, a UPA está qualificada, recebe financiamento anual de custeio do ministério e estamos aqui para divulgar isso e entender quais outras demandas e como os gestores podem conquistar apoio do governo federal e direcionarmos para a tomada de decisão correta”, afirmou o ministro Ricardo Barros.

A otimização de gastos alcançou uma eficiência econômica total no país de R$ 1,9 bilhão, possibilitando aumentar a assistência no Sistema Único de Saúde (SUS) à população. “Já há mais recursos para saúde, estamos habilitando muito mais serviços hoje e é o dinheiro dessa economia que está sendo reaplicado em mais serviços de saúde e que estamos anunciando em todo País”, completou o minsitro.

Além de Cianorte, gestor da Amenorte, os municípios que integram o consórcio são: Tapejara, Tuneiras do Oeste, Terra Boa, Jussara, São Tomé, Japurá, Indianópolis, São Manoel do Paraná, Rondon, Cidade Gaúcha e Guaporema.

Paraná

No dia 16 de janeiro, o Ministério da Saúde liberou para a saúde do estado do Paraná R$ 402,7 milhões. São recursos referentes a emendas parlamentares e investimentos do governo federal destinados ao custeio de 671 serviços/leitos que estão em funcionamento e não contavam com contrapartida ou qualificação da pasta no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). O estado também recebeu 23 novas ambulâncias para renovar a frota do SAMU 192, com investimento federal na ordem de R$ 5 milhões.