O Ministério do Planejamento vai lançar, em março deste ano, uma nova ferramenta que aumentará a eficiência das compras na administração pública e poderá auxiliar órgãos de controle na identificação de fraudes.

O Painel de Preços ficará hospedado na web junto ao Painel de Compras do Governo (Comprasnet) e vai permitir ao gestor buscar, em poucos minutos, referências em todas as licitações homologadas nos últimos dois anos. Com isso, o tempo com pesquisas entre os fornecedores deve reduzir significativamente.

“Numa licitação que dura 45 dias, temos observado que só a pesquisa de mercado consome um terço desse tempo”, disse o secretário de Gestão do ministério, Gleisson Rubin.

O painel de preços permite, por exemplo, comparar mais de 1,5 mil processos de compra de água mineral ou 1.268 de café, itens mais adquiridos na administração pública. Os recursos gráficos dão ao gestor a capacidade de desconsiderar valores muito acima da média e refinar a busca por região do País, quantidade de itens e outras especificidades.

A ferramenta também dará mais previsibilidade para o planejamento das compras, já que mostra variações de preços de determinados itens de acordo com o mês. “O painel dá mais precisão para a tomada de preços, faz com que o processo licitatório transcorra com mais tranquilidade. O fornecedor não vai poder alegar que aquele preço é inexequível, sustenta Rubin.

Em fase final de testes, o painel de preços será liberado inicialmente a administração pública federal e para órgãos de controle.

Fonte:  Ministério do Planejamento