Em reunião no Palácio do Planalto, representantes das áreas de segurança fizeram balanço das atividades no ano passado e projetaram propostas para 2018

Reunião no Palácio do Planalto com ministros de três pastas do Governo do Brasil e o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, estabeleceu um novo cronograma de trabalho para ações de segurança no estado. De acordo com nota conjunta, um plano integrado para a área será elaborado em até 30 dias.

Além de formatar o plano, os participantes da reunião se comprometeram a criar um comitê para acompanhar todas as atividades relacionadas às ações de segurança, assim como produzir indicadores de desempenho, marcar encontros periódicos e consolidar os resultados no ano passado.

O conjunto de propostas saiu após os ministros de Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim; da Defesa, Raul Jungmann; do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, junto ao governador do Rio, realizarem um balanço das experiências do ano passado.

Reforço

Em julho passado, o presidente da República, Michel Temer, assinou decreto autorizando a atuação das Forças Armadas no reforço da segurança no Rio de Janeiro. Publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) tem amparo na Constituição Federal.

A GLO ocorre quando há o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública, em graves situações de perturbação da ordem. Ela é autorizada exclusivamente por ordem do presidente da República, por motivação ou não dos governadores ou dos presidentes dos demais Poderes constitucionais.

Info: Ministério da Defesa